O Maior Medo Tuga!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

A faixa da direita!
É esse o grande monstro que os portugueses, em geral, abominam e tomam sempre medidas para ignorar a existência dessa tal faixa de rodagem tão injustamente odeada.
Ainda não entendi por completo esse receio, não sei se andar na faixa da direita é sinónimo de cameões pesadões ou automóveis lentos e fora de moda ou velhotes ou senhoras velhotas (há que fazer a distinção). Ou seja, é uma questão de orgulho!
Todas as semanas assisto a situações em que, numa auto-estrada com três faixas de rodagem, a faixa mais à direita é completamente ignorada e encontra-se totalmente desimpedida, enquanto que as restantes são utilizadas sem qualquer espécie de complexos pelos seus utilizadores.
Depois restam-me duas opções: mantenho-me na faixa da direita completamente desimpedida e ultrapasso erradamente pela direita, ou obrigo-me a atravessar duas faixas de rodagem até me situar na faixa mais à esquerda para fazer a ultrapassagem segundo o Código de Estrada.

Fica o esclarecimento:

Artigo 13.º
Posição de marcha

1 - O trânsito de veículos deve fazer-se pelo lado direito da faixa de
rodagem e o mais próximo possível das bermas ou passeios,
conservando destes uma distância que permita evitar acidentes.
2 - Quando necessário, pode ser utilizado o lado esquerdo da faixa
de rodagem para ultrapassar ou mudar de direcção.


É dificil?

....

Isto podia facilmente ficar por aqui, mas já agora por que não falar do 2º Maior Medo Tuga?!

As rotundas!

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Confesso que desconhecia que se podia estacionar nas rotundas (a do centro da Costa da Caparica mais parece um estacionamento para as senhoras irem buscar as revistas Maria e os senhores o jornal A Bola ao quiosque... isto com a polícia a menos de 100m!), desconhecia também que a travessia de uma rotunda era aleatória!

Na minha viagem para o treino passo, se bem as consigo contar, sete rotundas(!!!) e é ver os senhores automobilistas a fazerem a rotunda de forma completamente aleatória. O mesmo senhor é capaz de contornar toda uma rotunda pela faixa da direita (e bloqueando a saída aos pobres da faixa da esquerda), como na seguinte rotunda contorná-la pela faixa da esquerda.
Não sei se a decisão do senhor se baseia na dimensão da rotunda, no número de automóveis que cada faixa tem ou se dentro dele surge, por vezes, o pensamento na faixa da direita nunca sou bloqueado!!! E depois solta um riso maléfico...

Qualquer que seja a situação, nenhuma dessas variantes interessa para Código de Estrada que deixo aqui:

Na circulação em rotundas os condutores devem adoptar o seguinte comportamento:

1. O condutor que pretende tomar a primeira saída da rotunda deve:
Ocupar, dentro da rotunda, a via da direita, sinalizando antecipadamente quando pretender sair.
2. Se pretende tomar qualquer das outras saídas, deve:
Ocupar, dentro da rotunda, a via de trânsito mais adequada em função da saída que vai utilizar;
Aproximar-se progressivamente da via da direita;
Fazer sinal para a direita depois de passar a saída imediatamente anterior à que pretende utilizar;
Mudar para a via de trânsito da direita antes da saída, sinalizando antecipadamente quando for sair.

Sinalização de manobras:
Todas as manobras que impliquem deslocação lateral do veículo decorrente da mudança de via de trânsito ou saída da rotunda devem ser previamente sinalizadas.

E fico-me por aqui, com uma leve esperança que a senhora da revista Maria ou o senhor do jornal A Bola ou, até, os senhores estupidamente agressivos que me buzinam ou me lançam os máximos porque os ultrapassei de forma completamente humilhante (será que é isto que eles pensam?) nas rotundas leiam este texto e entendam de vez como eu não tenho efectivamente nenhum plano pessoal megalómano para os rebaixar, espezinhar e, assustem-se, ultrapassar quando só desejo a Paz e o Amor no meu percurso para a pista de atlétismo.

*Xuac*

Partilhar

Publicada porPJ:  

5 comentários:

Luy disse... 14/03/07, 11:21  

Concordo plenamente contigo. Inclusivamente, o trânsito é um dos temas sobre o qual eu gosto de escrever :p

Porque há sempre muitas histórias caricatas para contar. Já pensei que era uma excelente ideia que a RTP fizesse serviço público e, tal como o programa "Cuidado Com a Língua", para os portugueses escreverem e falarem melhor português, também podiam fazer um programa intitulado "Cuidado Com o Carro", para explicar aos portugueses como se deve conduzir :p

PJ: disse... 14/03/07, 13:22  

Por acaso não foi nada que eu não me lembrasse: este é um tópico 'a la' Luy :D

Na Sic Notícias, a TV Turbo dá sempre no fim do programa conselhos de segurança sobre a condução automóvel mas penso que, realmente, um programa exclusivo sobre o tema seria interessante, especialmente para o público português.

Luy disse... 14/03/07, 15:43  

Não me parece que hajam muitos portugueses a ver SIC Notícias, para além de que o número de pessoas com TV Cabo ainda é reduzido em Portugal.

E esse programa é muito elitista. Tem que ser um programa popularachu, a ridicularizar os portugueses. Só assim é que aprendem, porque sendo ridicularizados passam logo a querer passar para o lado dos que fazem bem e a querer ensinar.
Conheces o tipo??!!! :p

PJ: disse... 14/03/07, 16:09  

LOL

Ok, ok... bem, a RTP já tem o Henrique Mendes (não sei se é assim o nome... o do Preço Certo!) por isso ainda há que ter esperança :p

Lourenço disse... 22/03/07, 04:20  

Mas a faixa da direita n é a faixa certa para se fazer ultrapassagens???
Faço todos os dias alguns kms na A2 e pelo que apanho, pensei q eu é q estava errado e que afinal deve-se circular sempre o mais á esquerda possivel e ultrapassar pela direita.....

Enviar um comentário