Duran Duran: Red Carpet Massacre



Esta é mais uma daquelas críticas. Daquelas no sentido em que tive que dar o braço a torcer. Ouvi pela primeira vez este último projecto dos Duran Duran, o álbum Red Carpet Massacre, em Novembro passado e, para ser o mais sincero possível, não me prendeu nem um pouco. Achei cru, sem melodias que nos prendessem, uma tentativa forçada por parte da banda (ao trabalhar com Timbaland, Danja e Timberlake) e fiquei-me por aí.


Da banda, o que melhor conhecia era esta pérola da música pop na década de 90, Ordinary World:




Sim, conhecia levemente os seus clássicos da sua década de ouro (os anos 80 que nos apresentaram temas como Rio, Save a Prayer e Wild Boys), mas nunca lhes tomei muita atenção. Até agora.

Perdido algures na pasta do meu computador, voltei a escutar este álbum e pouco depois estava apaixonado. É, certamente para mim, dos álbuns mais difíceis de agarrar que conheci até hoje. Mas ainda bem que o fez! Após saídas de membros e de regressos a estúdio para re-escrever vários temas, este álbum ganhou uma maturidade raramente atingida. Os acordes são deliciosos, as melodias existem e são do melhor que há.


Um dos maiores problemas que este álbum tem, e apenas a certo nível, é a escolha do primeiro single, o razoavelmente-bom-mas-áquem-do-resto-do-álbum Falling Down. Parece-me que era difícil pior escolha para tema de apresentação do projecto. A editora lá terá as suas razões, mas a verdade é que este álbum passou despercebido e não teve nenhum impacto nos mercados mundiais, nem sequer no do Reino Unido. O que é uma pena, dado que tinha tudo para merecer o reconhecimento do público em geral, desde a parte gráfica interessante e provocatória, até ao essencial no disco: a sua música. Pop/Glam-Rock, por vezes com ritmos R'nB ou mesmo Techno.

Apesar da desconfiança inicial, a aura dos Duran Duran continua presente em todos os temas do álbum e os mega-produtores apenas actualizaram o seu som sem nunca anular o espirito da banda. Este é para mim o melhor álbum de 2007. Da mesma equipa espera-se o mesmo no próximo projecto musical de Madonna que trabalhou com quase as mesmas pessoas. Esperemos que com mais reconhecimento.

Nite Runner (vídeo de fã do ainda pendente segundo single):



Duran Duran: Red Carpet Massacre [2007] 9/10


The Valley - *****
Red Carpet Massacre - *****
Nite Runner - *****
Falling Down - ****
Box Full O' Honey - ****
Skin Divers - *****
Tempted - *****
Tricked Out - ****
Zoom In - ****
She's Too Much - *****
Dirty Great Monster - ***
Last Man Standing - ****

Partilhar

Publicada porPedro José  

2 comentários:

Luy disse... 22/02/08, 18:50  

Este álbum ainda não me entrou no ouvido, apesar de gostar muito do primeiro single: Falling Down. Ao contrário de ti, eu acho que foi uma boa escolha. O video é que não ajuda muito.

Duran Duran são uma das minhas bandas preferidas dos anos 80.

A minha preferência vai para os temas View to a Kill, Wild Boys, Skin Trade, Notorious e, principalmente, Save a Prayer.

enginethrobs disse... 21/01/09, 00:27  

Eu sou fã de DD ,por isso tinha de comentar, mesmo passado tanto tempo :)

E eu nem costumo dar pontuações, mas aqui vão:
The Valley - 4
Red Carpet Massacre - 5
Nite Runner - 4
Falling Down - 4
Box Full O' Honey - 3
Skin Divers - 4
Tempted - 5 1/2
Tricked Out - 3
Zoom In - 2
She's Too Much - 3
Dirty Great Monster - 3
Last Man Standing - 4

Pessoalmente, não é o melhor álbum deles (continua a ser o Medazzaland de 97) mas também não é o pior (Pop Trash de 2000, apesar da crítica ter dito muito bem dele).
Mesmo tendo os mesmo produtores que Madonna, não lhe deram a volta, porque há uma coisas bem mais importante: o dinheiro das editoras aplicado no marketing.

Quanto a preferidas, eu digo sempre a mesma: Ordinary World!

Enviar um comentário