Contemporaneidades

Estreou ontem em pleno horário nobre da RTP1, entre As Escolhas de Marcelo e o Conta-me Como Foi, o mais recente programa humorístico da televisão em Portugal: Os Contemporâneos. Foi assim que começou:




Com a assinatura das Produções Fictícias e com um elenco onde se destacam nomes como Bruno Nogueira, Maria Rueff e Nuno Lopes, é uma aposta forte que tenta ultrapassar a saída do Diz Que É Uma Espécie De Magazine que teve o impacto que todos reconhecemos nos últimos anos.



Apesar de por vezes o humor tocar ao de leve o dos Gatos Fedorentos, a verdade é que os Contemporâneos nunca chegam a cair no erro de se colarem ao estilo dos colegas, o que resulta num programa, embora ainda com algumas arestas por limar, com personalidade própria. A seguir!



Tudo aqui!

Partilhar

Publicada porPedro José  

2 comentários:

Luy disse... 06/05/08, 15:03  

Eu simplesmente detestei o programa. Não suporto o Bruno Nogueira, porque acha que tem piada, mas na realidade só tem altura.
E confesso que me esforcei para entrar na linha de humor. Mas acho que se resume a humor de casa de banho. Definitivamente, julgo que as Produções Fícticias começam a dar sinal de fraqueza.

Pedro José disse... 06/05/08, 17:24  

O programa tem, efectivamente, despertado sentimentos extremos de amor/ódio e, entre nós, já cada parte tem a sua representação lol

:p

Enviar um comentário