La Roux: E os duos regressam ao planeta terra...


... após o terem abandonado com o fim da década de 1980. E surgem aqui em força com uma sonoridade muito revivalista de há 20 anos e toda uma imagem cuidada e andrógena como muitas das bandas da altura seguiam fielmente. São-nos assim apresentados os britânicos La Roux: imediatamente pela jovem Eleanor "Elly" Jackson e de seguida pelo omnipresente Ben Langmaid. Apresentados por um amigo mútuo, curiosamente, o seu primeiro projecto, Automan [2006], limitou-se a canções acústicas. Mas foi este ano que lançaram o seu primeiro single: Quicksand.


Elly, que em jovem era constantemente gozada pelos colegas pela sua aparência diferente, tornou-se num símbolo para os jovens [essencialmente no Reino Unido de início] com os seus penteados, atitude e vestes a marcarem o pilar de estilo de todo o projecto. Influencias assumidas de Bowie, Madonna, Annie Lennox e Prince são confirmadas neste álbum que possui desde já uma dualidade: a voz. Se por um lado existem as canções mais garridas [quase todas singles do passado ou do futuro próximo] com a voz de Elly despreocupadamente forte; por outro o álbum é sobejamente infiltrado por baladas cuja interpretação se baseia numa voz doce e menos agressiva. Estas faces só enriquecem o conteúdo dada a versatilidade que as interpretações ganham.


Após In For A Kill, foi com o terceiro tema, Bulletproof, que a banda vingou, tomando de assalto o topo do Top Britânico. No fim do mês espera-se I'm Not Your Toy mas não posso terminar sem dar forte destaque a temas como:
  • Colourless Colour [I want to get away/To feel the sun on my skin/To feel it really sinking in];
  • Cover My Eyes [When I see you walking with her/I have to cover my eyes/Every time you leave with her/Something inside me dies];
  • As If By Magic [And although/You're the only home/I'll ever know/As if by Magic/Thoughts of you are gone/And now I'm keeping my head in the clouds/And it's not so tragic/If I don't look down];
  • Reflections Are Protections [My reflections are protections/They will keep me from destruction/My directions are distractions/When you're ready come into the light].
Com continuação ou sem ela (e, se assim for, mantendo o típico percurso da maioria das bandas da década de 1980), os La Roux possuem com este projecto um sólido trabalho que só vem apoiar o regresso ao passado a que temos assistido nos últimos tempos. Que venham mais como eles!

La Roux - La Roux [2009]
Nota: 8,5

"In for the Kill" – ****
"Tigerlily" – ****
"Quicksand" – ****
"Bulletproof" – ****
"Colourless Colour" – *****
"I'm Not Your Toy" – ***
"Cover My Eyes" – *****
"As If By Magic" – *****
"Fascination" – ****
"Reflections Are Protection" – *****
"Armour Love" – ****
"Growing Pains" – ****
"Saviour" – ****

*xuac*

Partilhar

Publicada porPedro José  

0 comentários:

Enviar um comentário