Keane - Perfect Symmetry



Os Keane são um quarteto de origem inglesa constituída Rice-Oxley, Tom Chaplin, Richard Hughes e Dominic Scott, tendo este último abandonado a banda em 2001. Obtiveram imenso sucesso mundial em 2004 aquando do lançamento do seu primeiro álbum Hopes and Fears.

Primeira paragem aqui. Muito sinceramente não esperava muito mais deles. Sim, o seu primeiro álbum tem inúmeros clássicos que ainda hoje são recordados como excelentes temas pop/rock. Mas não esperava mais deles. Quis acreditar que eles estavam a viver na onda dos Coldplay, por exemplo. E nem dei grande atenção ao seu segundo álbum, Under The Iron Sea (2006).



Continuando. Não tinha especial interesse neste novo trabalho da banda. Seria provavelmente uma última tentativa de alcançar a pujança do primeiro álbum. Mas como eu estava enganado! Em relação a tudo! Primeiro, o segundo álbum, descobri entretanto, é melhor que o primeiro e apresenta uma sonoridade mais complexa e trabalhada. E neste os Keane atiram-se para outro campo! Aliás, foi isto que despertou a minha atenção no primeiro single, Spiralling:




Desde o primeiro segundo que esta canção me faz lembrar algo do pop/rock da década de 1980, Roxy Music talvez...? E fui descobrir o álbum. O ambiente mantém-se e este tornou-se rapidamente um dos meus trabalhos musicais favoritos de 2008. Desde as canções mais rápidas, onde destaco o excelente tema-título, pessando pelas (poucas) baladas de melodias inspiradas como o tema que encerra o álbum Love Is The End (esta faixa aparentemente teve estreia mundial numa rádio nacional) e chegando também ao segundo single de apresentação, The Lovers Are Losing.



Os Keane entram assim na minha lista de artistas que ainda não falharam um único álbum, tendo em conta que se trata ainda por cima de uma banda e que esta já perdeu um elemento, é de louvar o cuidado meticuloso que eles trazem para os seus projectos. Este é portanto um álbum para ouvir inúmeras vezes e para nos perdermos nas instrumentações recheadas pela voz de Chaplin.

Keane - Perfect Symmetry [2008]
Nota: 9/10

Spiralling - *****
The Lovers Are Losing - *****
Better Than This - ****
You Haven't Told Me Anything - *****
Perfect Symmetry - *****
You Don't See Me - ****
Again & Again - *****
Playing Along - ***
Pretend That You're Alone - ****
Black Burning Heart - *****
Love Is The End - *****

Partilhar

Publicada porPedro José  

5 comentários:

ImpossiblePrince disse... 03/11/08, 09:35  

Ainda não conheci este álbum. Tenho que o fazer.... Abraço.

Luy disse... 04/11/08, 15:40  

Eu ainda não ouvi o novo álbum, mas vou ouvir esta semana. Contudo, em relação aos dois primeiros discos da banda, achei que eram muito semelhantes. Acho que podiam fazer parte de um disco duplo, porque não haviam diferenças na musicalidade entre ambos.
De qualquer forma, acho que gostei mais do segundo, talvez porque as músicas não foram tão intensivas na rádio...

Pedro José disse... 04/11/08, 17:56  

Acho que o segundo álbum baseou-se menos no piano e nos 'sinos' (não sei se é este o instrumento certo lol).

Mesmo a voz do Chaplin tem-se vindo a transfigurar de álbum para álbum. Parece que só agora 'encontrou' a sua voz.

:)

Anónimo disse... 16/11/08, 13:47  

Sinceramente, eu comprei o álbum a me decepcionei. Acho que ficou medíocre para quem fez Hopes and Fears. Sou fã da banda mas este álbum ficou difícil de engolir. Várias músicar remetendo àqueles tecladinhos e batidinhas fáceis dos anos 80. Respeito a opnião do resenhista más para mim a troca de produtor não caiu bem não.
Até mais.

DEON disse... 17/11/08, 01:19  

An hidden gem!...cada vez mais vai ficando difícil aceitar os albums dos Keane, mas depois ouve-se até quase desgastar o disco no leitor...09/10
Again & Again...allways! (,")

Enviar um comentário